A+ A A-

Poema sobre Ubatuba

Foto de Sissy Eiko Foto de Sissy Eiko

Eu queria escrever um poema sobre Ubatuba mas nunca entendi como se atravessa uma montanha.

Eu queria escrever um poema sobre Ubatuba mas deconheço qual tratado estabelecido entre a Serra o Mar para nunca, nem num talvez possível infinito, os dois se tocar.

Fica sempre no meio essa estreita virilha de areia, àspera e úmida, faixa sob a chuva insistente.

Eu queria escrever sobre Ubatuba mas não sei como se escreve helicônia em tupi.

Nem por que, aqui, as flores imitam os pássaros e os pássaros imitam os surfistas.

Eu queria escrever um poema sobre Ubatuba mas não sei como se atravessa uma montanha.

Muito menos como se atravessa uma montanha com uma prancha.

Para ouvir:

https://soundcloud.com/ana-paula-ferraz-de-oliveira/poema-sobre-ubatuba

Avalie este item
(3 votos)
Ana O

É paulistana desde 1979, jornalista freelancer e ghostwriter desde 2005 e poeta desde o big bang. Coordena a oficina de autobiografias “Sua vida dá um livro?” enquanto prepara um novo livro de poemas.

voltar ao topo