A+ A A-

Lugar

Imagem Divulgação Imagem Divulgação

Quero me mudar

Para um lugar distante, uma praia à beira-mar

Onde caibam meus livros e eu possa dançar,

Onde repousem esperanças, onde haja paz e a possibilidade de sonhar.

 

Quero me mudar

Para onde se possa respirar,

Para me abandonar

Às ondulações fortuitas do navegar.

 

Quero me mudar.

Quero ter a alma a caiar

Na alvura celeste dos dias frios a me alcançar

E nos dias quentes o sol para me recarregar.

 

Quero me mudar.

Quero o azul pleno do mar

Encostando os lábios no céu para beijar

Os astros que ali se mantêm por ele a suspirar.

 

Quero me mudar

E sair sem rumo a caminhar

Pelas areias infinitas do que anseio trilhar

Deixando a lívida lembrança de pegadas minhas que logo hão de se apagar.

Avalie este item
(3 votos)
Vivi Cabrera

É formada em Jornalismo pela FIAM-FAAM, cursa licenciatura de Geografia e Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior na Faculdade Campos Salles. É autora do livro Flores do Asfalto – histórias de duas favelas paulistanas, pela Editora Futurama e arrisca crônicas, contos e poesias de vez em quando.

voltar ao topo