A+ A A-

Cadeias produtivas

Quem plantou o trigo

Do pão que eu como?

Quem criou as ovelhas

Da lã que eu visto;

Quem as pastoreou,

Quem as alimentou?

Porque não vejo,

Não sinto.

 

Quem deixou de ter água

Para que eu tenha energia?

Quem perdeu casa,

Terra, cultura e arado

Para que eu viva essa orgia

Do consumo desenfreado?

 

Quem vive ao relento,

Sem cama ou telhado

Para que eu durma tranquilo

Sob o meu selfie confortável?

Quem deixou de brincar quando criança

Para que eu seja esse eterno irresponsável?

 

Quem inalou a fumaça

Dos lixões infernais,

Quem comeu as sobras

Dos meus lanches banais,

Quem tem de menos

Para que eu tenha de mais?

 

Quem cortou cana

Sob um sol causticante

Para que eu possa escolher

Entre açúcar e adoçante?

 

Quem?

Quem é que foi?

Diga-me, por favor!

 

Eu sei, sou só um consumidor.

Mas, sabe, deve ser por isso

Que chamam isso de cadeia produtiva,

Pois tanto os que produzem

Quanto os que consomem

Estão presos e não têm nomes.

 

Avalie este item
(4 votos)
Robson Mattos

Graduado em Letras, é escritor, revisor de texto e professor dos Ensinos Fundamental e Médio. Pai de Bernardo e marido de Bárbara, reside em Osasco, Zona Oeste de São Paulo.

voltar ao topo