A+ A A-

Tudo é um comum senso comum

Movida por uma lógica irrefutável, você, a mais pura expressão de uma rebelde sem causa, sentindo carregar nos ombros o peso do mundo, foi fazer o quê? Se dar a sofrer de uma paixão fulminante, em pleno final do século XX, quando ninguém mais achava bonito uma coisa dessas e nem ninguém mais morria de amor.

Leia mais ...

Mulher com chapéu

Mundo de cabeças e corpos, quero o sol vindo, as águas baixando e meu corpo reaparecendo na areia, essa areia tão molhada. Meu corpo afundado e a ausência de tato, os olhos baços, a falta de ar, o sol lá em cima e a chuva, que começa a cair na minha boca.

Leia mais ...

Pastora de nuvens

Poesia na janela, vejo a menina que escreve com tinta nas paredes e meus pelos se eriçam.

Eu sou essa menina. Eu fui essa menina lá longe, no tempo que foi embora.

Serei ainda?

Leia mais ...