A+ A A-

Liberalismo autoritário

Quem não se diria um liberal diante da escravidão? Quem não defenderia a causa do capitalismo e da possível ascensão social em face dos estamentos feudais e aristocráticos que transformavam o nascimento em destino? Ética do trabalho, livre concorrência, meritocracia: que valores nos poderiam parecer mais universais?

 Meados do século XIX. Navios negreiros cruzam o Atlântico rumo ao Brasil. God save the Queen, Deus salve a Rainha: a Inglaterra, a polícia dos mares, ministra aulas práticas de trabalho assalariado ao estancar o fornecimento de escravos. Ganharás o pão com o suor do teu rosto.

O império ao longo de cujo horizonte o sol jamais se põe: eis a forma pela qual o império colonial inglês se autoemulava. Do Extremo Oriente à América, o sol jamais conseguia se esconder das possessões da Rainha Vitória.

O monopólio não é apenas a má consciência do liberalismo. O cartel pressupõe a livre concorrência: “venha trabalhar conosco!”

Estados Unidos da América, pátria das oportunidades, berço do liberalismo militante e anticolonial. Berço do self made man, o homem que se faz por si mesmo, o empreendedor. A formiga trabalhadora em face da cigarra monárquica. O sonho americano apregoa que o liberalismo se confunde com o próprio ímpeto de felicidade do homem.

O monopólio não é apenas a má consciência do liberalismo. O cartel pressupõe a livre iniciativa: “venha trabalhar para nós!”

Avalie este item
(1 Voto)
Flávio Ricardo Vassoler

Flávio Ricardo Vassoler, escritor e professor, é mestre e doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela FFLCH-USP, com estágio doutoral junto à Northwestern University (EUA). É autor das obras literárias Tiro de Misericórdia (nVersos, 2014) e O Evangelho segundo Talião (nVersos, 2013) e organizador do livro de ensaios Fiódor Dostoiévski e Ingmar Bergman: O niilismo da modernidade (Intermeios, 2012). Periodicamente, atualiza o Portal Heráclito, www.portalheraclito.com.br, página em que posta fragmentos de seus trabalhos literários, os programas do Espaço Heráclito e fotonarrativas de suas viagens pelo mundo.

voltar ao topo