A+ A A-

Jullyette

  • 0

No pequeno banheiro do quarto de hotel ela se lava como se tentasse tirar uma nódoa que insiste em não sair da sua pele, por mais que esfregasse aquela mancha permanecia como a lhe lembrar quem era e de onde vinha. Parecia-lhe que aquela vida não era a sua e nem nunca seria, mas era preciso sobreviver num mundo cruel e frio que lhe negava qualquer possibilidade de ser ao menos um pouco feliz.,

Leia mais ...
Assinar este feed RSS